Conheça o Serviço de Televendas de Materiais Elétricos da Foco

Realizar um atendimento de qualidade para a maior satisfação dos nossos clientes é uma das prioridades na Foco. Por isso, contamos com uma equipe de televendas especializada, com profissionais qualificados disponíveis para suprir suas necessidades da forma mais cômoda, garantindo que o seu produto chegue em segurança e o mais rápido possível.

Somos uma importadora e distribuidora de materiais elétricos e contamos com uma gama de produtos da maior qualidade, além de uma linha própria, contando com um serviço de distribuição de materiais elétricos em geral, com entrega em até 24h para 80% do território paranaense, tudo para assegurar que a sua empresa tenha produtos de ponta.

Com o nosso canal de televendas você pode tirar suas dúvidas, e garantir que sua compra seja entregue sem precisar sair do lugar.

Acesse nossa loja virtual e confira a variedade de materiais elétricos que possuímos para sua loja!

Disjuntor caixa moldada

Você já deve saber o que é um disjuntor, ou pelo menos já deve ter escutado falar sobre as famosas “chaves”. E o disjuntor de caixa moldada, você conhece? Neste artigo vamos falar mais sobre esse tipo de disjuntor, o que ele é, quais são suas aplicações e os acessórios.

O que é um disjuntor de caixa moldada

Um disjuntor é aquele dispositivo que fica nas caixas de energia e se parece com um interruptor. Tem inclusive uma função parecida com a do interruptor, que é a de interromper a corrente, porém de forma automática, para evitar possíveis curtos-circuitos ou sobrecargas elétricas.

Os disjuntores de caixa moldada também têm a função de proteger os circuitos elétricos que distribuem as correntes para os motores e geradores.

É chamado de disjuntor de caixa moldada por sua parte externa, a carcaça, ser feita com uma estrutura e uma montagem em caixas termoplásticas pré-moldadas, que são compactas, que na maioria das vezes conta com duas peças.

Fabricados dentro da norma NBR60947, podem ser encontrados para utilização em correntes de vários tipos, até 1800A. São úteis para aplicação na manobra e no comando em baixa tensão.

A parte interna dos disjuntores de caixa moldada é feita de forma muito robusta, o que promove mais eficiência para interromper circuitos que tenham correntes de 20X a 30X.

Além disso, são muito eficientes para serem usados em circuitos industriais, pois dentre as características do disjuntor de caixa moldada, estão as proteções térmica e magnética, que podem ser ajustadas entre 5 a 10 vezes para a corrente nominal do disjuntor, em uma forma mais eficiente e com um ajuste mais sensível para garantir mais proteção.

Onde é usado o disjuntor de caixa moldada

Como mencionamos acima, o uso desse tipo de disjuntor é principalmente industrial. Afinal, é neste ambiente que é mais frequente a necessidade de interromper uma alta corrente de curto-circuito. Mas também é possível encontrar um disjuntor de caixa moldada em condomínios e no comércio.

Isso acontece porque são muito eficientes para proteger motores elétricos, pois por contarem com a proteção magnética, podem ter o desarme magnético ajustado para evitar o disparo do disjuntor juntamente com a partida do motor, o que garante uma maior proteção.

Também é muito útil para a proteção de circuitos elétricos de geradores, pois pode ser ajustado de acordo com a corrente nominal, chegando a cinco vezes o seu valor, o que protege em casos de curtos-circuitos que poderiam ser alimentados pelo gerador.

Acessórios utilizados com o disjuntor de caixa moldada

Vamos falar agora sobre os acessórios que podem ser utilizados com o disjuntor de caixa moldada.

Entre eles está o acionamento rotativo manual, que permite que ele seja acionado por fora, ou seja, serve para ligar e desligar o disjuntor sem precisar abrir o quadro de energia elétrica. É muito útil e simples de ser instalado.

É possível também utilizar a bobina de disparo, que serve para desligar o disjuntor à distância.

O contato auxiliar é mais um dos acessórios do disjuntor de caixa moldada que auxilia na identificação do status do disjuntor.

Sempre que for mexer com dispositivos deste tipo, procure um profissional capacitado para orientar e instalar os equipamentos que mais se adequem à sua necessidade.

A Foco conta com uma linha de proteção elétrica completa, destinada à segurança de sua empresa. Em nossos produtos, contamos com uma gama de disjuntores de caixa moldada, que variam de 125A a 800A.

Alteração de Caixas Padrão Copel

De acordo com a norma NTC 901100, a partir de 01/07/2020 a Copel adotará um novo modelo para algumas caixas padrão.

O que muda: O disjuntor de proteção individual passará a ser conectado após o medidor, de modo que o medidor passa a ficar permanentemente energizado. 
A mudança é válida para os modelos: AN1, AN2, AN3, CN1, CN2, CN3, GNE e MÓDULO DE MEDIÇÃO.

INSTALAÇÕES COM O MODELO ANTIGO PODEM SER REALIZADAS ATÉ 30/06/2020. 

Consulte seu representante FOCO ou um de nossos TELEVENDAS: 

VIVIANE: 44 9.9185-6744       GILMAR: 44 9.9185-6743         GRAZIELA: 44 9.9180-0051
Marcelo Zeneratti: (44) 9.9184-1247


Ligue:  44 3032-6767 ou acesse: www.focoled.com.br

Disjuntores DIN com certificação: entenda por que é importante

Proteção e segurança são duas palavras muito importantes quando assunto está relacionado a disjuntores.

Como já se sabe, a função dos disjuntores é a proteção contra sobrecargas elétricas ou curto-circuitos. Por isso, saber escolher o disjuntor adequado é de extrema importância para qualquer projeto ou obra.

Disjuntores DIN e NEMA

Em redes de baixa tensão podem ser utilizados dois tipos de disjuntores: DIN e NEMA.  Os disjuntores DIN garantem uma proteção maior que os disjuntores NEMA, sendo a opção mais segura, pois sua a capacidade de interrupção é maior e também desarmam mais rápido.

Por ter um disparo independente, os DIN não dependem da grandeza do curto circuito para disparar e são mais sensíveis, os tornando mais seguros. Existem outros disjuntores que dependem da grandeza do curto circuito para desarmar, acontecendo muitas vezes de trabalharem bem acima da sua capacidade, por exemplo, um disjuntor de 40A trabalhando há quase 55A sem desarmar, correndo o risco de um condutor pegar fogo e o disjuntor não desarmar a tempo, culminando em sérios riscos.

A Certificação compulsória dos Disjuntores DIN

Um fator muito importante é a certificação. Os disjuntores DIN com corrente até 63A passam por certificação compulsória, conforme a portaria do INMETRO n.° 348/2007 e ABNT NBR NM 60898:2004. Isso garante maior segurança ao consumidor, visto que para atender as normas do INMETRO, é necessário rígido e constante controle de qualidade.   

Modelos de Disjuntores DIN

  • Monopolares: são disjuntores indicados para circuitos com uma fase apenas, e geralmente é utilizado para tomadas e circuitos de iluminação que utilizem sistema monofásico.
  • Bipolares: são utilizados em circuitos de duas fases, como torneiras elétricas e chuveiros em sistemas bifásicos.
  • Tripolares: indicados para circuitos que possuem três fases, como motores que funcionam em sistemas trifásicos.

Linha de Disjuntores DIN FOCO

A linha de disjuntores DIN FOCO com corrente até 63A é certificada pelo INMETRO, e atende as normas da COPEL. Possuem alto padrão de qualidade 5 anos de garantia contra defeitos de fabricação.

Disjuntores DIN Monopolares
06A, 10A, 16A, 20A, 25A, 32A, 40A, 50A, 63A
Disjuntores DIN Bipolares
06A, 10A, 16A, 20A, 25A, 32A, 40A, 50A, 63A
Disjuntores DIN Tripolares
06A, 10A, 16A, 20A, 25A, 32A, 40A, 50A, 63A, 70A, 80A
Disjuntores DIN Tripolares 10kA
80A, 100A, 125A

A relação Lumens X Watts: como funciona a iluminação LED

“Compre LED por Lumens, não por Watts!”

A iluminação LED está ganhando mais espaço na iluminação dos lares e estabelecimentos pelo Brasil. Tudo porque são conhecidas pela promessa de gastarem menos energia e durarem mais. Mas como saber se são realmente mais eficientes? Basta comparar os lumens e os watts.

Existem várias opções de lâmpadas LED. Para iluminar o ambiente adequadamente, é importante observar essas duas unidades de medida.

Toda lâmpada possui em sua embalagem as informações de watts e lumens, seja ela LED, incandescente, fluorescente. Para fazer a melhor escolha que cumpra o objetivo de iluminar e ainda tenha bom custo-benefício, é essencial observar esses dois números.

Para entender melhor, vamos explicar qual a diferença entre lumens e watts e como elas ajudam a escolher a melhor iluminação LED para as suas necessidades.

Watts e lumens: Qual a diferença?

Os Watts (W) são a unidade de medida mais conhecida quando falamos de iluminação. Não à toa, é comum as pessoas usarem este número como único indício da eficiência de uma lâmpada. Na realidade, é um número que está relacionado ao consumo de energia de um aparelho elétrico. Tanto que os Watts são usados em diversos outros equipamentos que não emitem luz, como por exemplo os secadores de cabelo, aparelhos de som, chuveiros, aspiradores de pó, dentre outros.

Basicamente, watts são a quantidade de energia que um dispositivo precisa para exercer sua função. No caso das lâmpadas, trata-se da unidade de medida responsável para ser capaz de emitir luz. Desta forma, os Watts de uma lâmpada não podem ser utilizados para estimar a sua luminosidade.

Por outro lado, lumen (Lm) é uma unidade de medida diretamente relacionada com a luz. Ele determina a quantidade de luz que o objeto consegue emitir em todas as direções, ou seja, o seu fluxo luminoso.

Em outras palavras, quanto mais lumens uma lâmpada tiver, maior a sua luminosidade e mais forte será sua iluminação. Vale lembrar que mais lumens não necessariamente é melhor em todos os casos. Por isso, deve-se saber como usar essas unidades de medida para fazer a sua decisão.

Como escolher a iluminação LED usando watts e lumens

Para definir qual a lâmpada iluminará melhor o ambiente, é preciso olhar a sua quantidade de lumens. Já para saber qual trará maior economia, observe os watts. Assim, é a união desses fatores que determina qual alternativa é a mais vantajosa.

Os valores variam conforme marca e produto, mas em geral, uma incandescente precisa de 60 watts para emitir cerca de 800 lumens, enquanto o LED chega nesse valor gastando 10 watts. Fica evidente o baixo consumo que as lâmpadas LED necessitam.

Outro critério que se deve considerar na escolha é a quantidade de luz necessária para iluminar o ambiente. Se escolher uma opção com muito lumens, a intensidade pode incomodar os olhos. Se optar por uma fraca demais, por ser mais barata, a luminosidade pode não ser o bastante.

Para isso, serve o cálculo da iluminância, a quantidade de lumens por metro quadrado. Uma sala de estar ou quarto precisam de uma luz geral mais “leve”, cerca de 50 a 100 lumens por metro quadrado. Por outro lado, escritório e cozinha podem usar luzes mais intensas, com 300 lumens por metro quadrado.

A importância de ter produtos de qualidade para vender na sua loja de materiais elétricos

O atendimento ao cliente é, sem dúvida alguma, um dos fatores que mais contribuem para o aumento das vendas de uma loja de materiais elétricos. Afinal, quando o consumidor é atendido com excelência, costuma sair do estabelecimento feliz e satisfeito, o que o leva, muitas vezes, a fazer propaganda espontânea da loja.

Mas não menos importante que o atendimento ao cliente para o sucesso de um empreendimento é ofertar produtos de qualidade, que reflitam a seriedade de sua loja e o seu compromisso em trabalhar com soluções diferenciadas.

A seguir, entenda melhor a importância de ter produtos de qualidade para vender na sua loja de materiais elétricos!

Satisfação para o cliente

Como dissemos, ao se trabalhar com produtos de qualidade, a loja de materiais elétricos consegue atender as expectativas básicas do consumidor, que é adquirir uma solução que realmente possa lhe ser úteis no dia a dia, não apresentando, por exemplo, problemas.

Vale dizer que, de acordo com o site Reclame Aqui, uma das principais reclamações dos clientes na compra de produtos com lojas especializadas (ou não) é justamente o produto apresentar problemas ou defeitos depois de comprado.

Ao oferecer um produto de qualidade em sua loja, o cliente não só fica satisfeito como também se torna leal à empresa.

Aumento das vendas

Algumas marcas se destacam no mercado justamente pela qualidade dos produtos que oferecem.

O consumidor está cada vez mais exigente, esperando sempre a melhor experiência de compra possível. Uma loja com que oferece produtos de qualidade e um bom atendimento, percebe que o aumento nas vendas é um reflexo natural.

Conheça a Linha de Produtos FOCO

A Foco possui uma moderna linha de produtos nos seguimentos de Proteção e Iluminação. Todos os seus produtos são produzidos com alto controle de qualidade, pensando sempre na satisfação total do cliente.

Com logística ágil, a FOCO ajuda sua empresa a ganhar velocidade na reposição do seu estoque.

Dicas para não errar na hora de escolher os seus fornecedores de materiais elétricos

A chave do sucesso para qualquer negócio é o gerenciamento de estoque. Para isso, é importante que o administrador compre produtos de qualidade e ainda de acordo com a necessidade do empreendimento.
É fundamental que se escolha fornecedores de materiais elétricos de confiança e que te forneça produtos de qualidade.
Quer saber mais sobre como escolher um bom fornecedor? Confira nossas dicas e escolha os melhores fornecedores estratégicos para a sua loja de material elétrico.

Como não errar na hora de escolher os seus fornecedores de materiais elétricos?

Nem sempre aquele fornecedor que te oferece o preço mais baixo é aquele que atenderá todas as suas necessidades.
Por isso, reunimos dicas para te ajudar a não errar na hora de escolher os seus fornecedores de materiais elétricos.

Mix de Produtos

Outro ponto a ser analisado no potencial fornecedor é verificar o seu mix de produtos. Além disso, ele deve sempre buscar novos produtos e tecnologias para garantir a inovação que você precisa no seu negócio.

Rapidez na entrega

Possuir um fornecedor de materiais elétricos entregue suas mercadorias no prazo adequado garante a você grande vantagem competitiva. É a garantia que sua loja não ficará sem o produto necessário.
Por isso, opte sempre por fornecedores que tenham flexibilidade de horário e rapidez na entrega. Isso garante que você sempre terá a mercadoria para seus clientes no momento necessário.

Segurança

Lembre-se sempre de verificar a segurança das mercadorias que você está adquirindo do seu fornecedor. Materiais elétricos devem sempre ter boa procedência e serem produtos de qualidade.

Qualidade do atendimento

Um bom fornecedor é aquele que irá tirar todas as suas dúvidas em relação a sua compra, com equipe treinada para atender a sua loja, garantindo o bom atendimento, desde o orçamento até a entrega da mercadoria.
A Foco é referência no segmento de Proteção e Iluminação, sempre investindo em novas tecnologias nos seus produtos, oferecendo produtos inovadores e com alto desempenho.

4 dicas para gestão de estoque eficiente na sua loja de materiais elétricos

Todo negócio precisa saber gerir o seu estoque, e não seria diferente para o lojista do setor de materiais elétricos. Controlar a entrada e saída de mercadorias de maneira eficiente é fundamental para que a operação da loja de material elétrico aconteça de forma equilibrada.

Vamos dar aqui, 4 dicas muito importantes de como otimizar a gestão do estoque da sua loja, aliando metodologias e escolha de bons produtos. O nosso objetivo é ajudar você alavancar a rentabilidade e o sucesso do seu negócio.

1 – Estoque organizado

É essencial que todos os produtos estejam devidamente organizados no estoque. Isso deve acontecer tanto com uma boa disposição física no espaço disponível quanto com relatórios e listas dos itens presentes.

Quanto mais eficiente for o processo de armazenagem e contabilidade dos produtos, mais rapidamente eles podem estar disponíveis aos clientes e colaboradores.

Por isso, inventários tem papel importante na organização do estoque. São eles os responsáveis pelo conhecimento imediato das demandas do acervo da loja, indicando a hora de comprar novos produtos e evitando a ausência de algum item.

2 – Informatização

Sabemos que informações organizadas em papeis podem sofrer diversas avarias e lentidões. Existe a possibilidade de os mesmos produtos serem cadastrados em listas diferentes e isso acarreta um conhecimento errôneo da situação do estoque.

Nesse sentido, lojas atualizadas e eficientes devem adotar sistemas informatizados de gestão de produtos. Eles garantem que toda a informação seja centralizada em um único banco de dados, além da possibilidade de consulta em qualquer lugar.

3 – Equipe preparada

Uma loja de material elétrico precisa de colaboradores que estejam preparados para lidar com todos os seus setores, inclusive com o estoque. Saber como manejar as necessidades do empreendimento e calcular as quantidades de entrada e saída são competências fundamentais para os responsáveis pelo setor.

4 – Tenha bons fornecedores

Ter bons fornecedores: É um ponto crucial para o sucesso da sua gestão de estoque e, por consequência, do negócio como um todo. Ter fornecedores confiáveis permite que a loja se programe a tenha a certeza que terá disponível os produtos que precisar.

Velocidade na entrega: A logística da Foco é ágil! O cumprimento dos prazos de entrega é essencial, e essa a nossa marca registrada. Damos a garantia de que as datas de fornecimento dos produtos serão rigorosamente seguidas, proporcionando as lojas a tranquilidade para se programarem.

Qualidade e variedade: A Foco possui uma completa linha nos segmentos de Proteção e Iluminação.

Foco protege. Foco ilumina.

Foco Proteção e Iluminação

Clique aqui e confira em nosso site nossas soluções e produtos, sempre aliando a qualidade com a rapidez de entrega.

Lâmpadas High LED Foco

As novas Lâmpadas High LED Foco estão disponíveis nas opções 62 Watts e 80 Watts, ambas na temperatura de cor 6.500K (Luz Branca).

Com alto fluxo luminoso, são indicadas para iluminação de ambientes amplos, como barracões, indústrias, etc.

  • Autovolt: 110-240V
  • Menor consumo de energia elétrica
  • Difusor em policarbonato
  • Tecnologia Led SMD: Alto fluxo luminoso
  • Podem ser utilizadas com sensor de presença
  • Facho de luz fria: não emitem infravermelho
  • Não desbotam objetos: não emitem raios ultravioletas

Luminária de emergência: entenda como funciona e onde pode ser utilizada

Quando há queda de energia elétrica em determinado local, as luminárias de emergência se tornam as grandes protagonistas da situação. Você certamente já deve ter visto alguma em ação.

Este artigo irá apresentar a você como funciona uma luminária de emergência e onde pode ser utilizada. Continue a leitura!

As luminárias de emergência são instaladas em locais estratégicos, com o intuito de garantir a iluminação em caso de ausência de energia. Esse recurso tem como função auxiliar a desocupação segura de locais afetados, por meio da iluminação dos principais ambientes e das rotas de fuga.

O Corpo de Bombeiros coloca o uso da iluminação de emergência como medida obrigatória para espaços de circulação pública com mais de como 100 m², como prédios residenciais e empresariais, escolas, shoppings, cinemas, e seus elevadores, escadas, entre outros.

Em uma situação de perigo em que há queda de energia, as luminárias de emergência viabilizam a ação dos bombeiros no socorro e resgate de possíveis vítimas.

Quanto maior o local, mais forte a iluminação deve ser. Essa relação é representada por meio da unidade lux.

norma da ABNT NBR 10898 regulamenta o sistema de iluminação de emergência, dividindo-as em dois tipos:

Iluminação para clareamento: serve para iluminar o piso e é obrigatória em locais onde há saídas, seja com circulação horizontal ou vertical.

Deve ser usada uma luminária de, no mínimo, 5 lux para a iluminação de lugares desnivelados como escadas, por exemplo. Já para ambientes planos, o mínimo de potência a ser exigida é de 3 lux.

Iluminação para sinalização: para esse tipo de luminária, é necessária uma potência de 30 lux.

Como o próprio nome sugere, é utilizada para sinalizar diferentes situações que serão encontradas na rota de fuga como, alterações de trajeto, saídas e obstáculos.

Como funciona?

As luminárias de emergência possuem uma bateria recarregável. O sistema fica conectado na tomada todo o tempo, carregando.

Quando há interrupção no fornecimento de energia, as luminárias de emergência acendem automaticamente. Elas ainda possuem duas opções de iluminação determinadas pelo usuário, o mínimo e o máximo.

Para carregar sua bateria, basta conectá-la novamente à tomada e entre 24 e 48 horas a luminária estará pronta para o próximo uso.

Vale fazer testes regulares nas luzes de emergência. A cada dois ou três meses sem acionamentos, retire-as da tomada e verifique se estão carregadas e funcionando adequadamente.

Onde pode ser utilizada?

As luminárias de emergência podem ter um uso bastante amplo, atendendo casas, condomínios, shoppings, cinemas, entre outros locais.

Geralmente, seu uso não é comuns em residências, ainda assim, podem ser um mecanismo bastante útil. Principalmente se for instalada em quartos de crianças, de idosos ou em corredores que interligam os cômodos.

Conheça a Linha de Luminárias de Emergência FOCO

  • 2 anos de garantia contra defeitos de fabricação
  • Cabo certificado pelo INMETRO, garantindo mais segurança na utilização
  • Autonomia de 3 horas
  • Tecnologia led SMD, que garante maior fluxo luminoso
  • Vida útil prolongada: 20.000h

Confira nossos modelos

400lm
600lm
1200lm
2000lm